Artesanato de Pernambuco

A riqueza cultural pernambucana está presente nos mais diversos tipos de manifestações artísticas. O artesanato, assim como as artes cênicas, a dança, a música e a literatura, representa a relação do Homem com sua história e tradição. Através das mãos dos nossos artesãos, simples matérias primas e grandes ideias se transformam em verdadeiras obras de arte, registrando o modo de ser e viver do nosso povo.
Com criatividade de sobra e uma grande diversidade de referências, a produção artesanal de Pernambuco se revela através das mais variadas expressões. Seja no barro, na madeira, nas fibras e palhas ou no couro, o fazer artesanal é um dos grandes patrimônios do povo pernambucano. E como disse o Visconde de Eccles, da Câmara dos Lordes britânica, “a excelência do objeto artesanal está no fato de que a mão do homem, além de poder fazer, também tem o poder de curar”.

 

 

Além de forte característica cultural e grande ligação com setor turístico, o artesanato se tornou, ao longo dos anos, um importante segmento da atividade econômica do Estado. Só a Fenearte gerou, na sua última edição, R$ 40 milhões. E foi com a preocupação de transformar a arte em fonte de renda para os artesãos, que o Governo do Estado de Pernambuco investe em ações de comercialização do artesanato através do Programa do Artesanato de Pernambuco, PAPE. Atrelado ao PAPE está o Programa do Artesanato Brasileiro – Pernambuco, PAB-PE, que já cadastrou 7. 655 artesãos pernambucanos no Sistema de Informação e Cadastro do Artesão Brasileiro, SICAB.

 

 

PAPE

 

O Programa de Artesanato de Pernambuco, PAPE, foi criado em março de 2008 dentro da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, AD DIPER, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico – SDEC. Com o objetivo de promover o desenvolvimento do setor artesanal do Estado e valorizar o artesão pernambucano através de ações e políticas públicas, o PAPE vem fortalecendo a cadeia produtiva do artesanato local. O programa é uma ação integrada do Governo do Estado e os órgãos comprometidos com desenvolvimento do artesanato, entre eles: Fundarpe, Empetur, Prorural, Secretarias da Mulher e da Juventude, Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE – Laboratório O Imaginário, representante da Sociedade Civil, representantes da Categoria dos Artesãos e o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas- SEBRAE.

 

Entre as principais ações desenvolvidas pelo PAPE estão a coordenação da Fenearte, a Unidade Móvel de Comercialização do Artesanato, os Centros de Artesanato de Recife e Bezerros, além de apoiar a participação de artesãos nas mais importantes feiras locais, nacionais e internacionais.

 

 

Fenearte- A Feira Nacional de Negócios do Artesanato, Fenearte, chegou à sua 13ª edição, em 2012, como sendo a maior da América Latina. Ela atraiu um público de mais de 312 mil pessoas, ocupando uma área de 29.000 m², com 800 estandes e mais de 5.000 expositores vindo dos 26 estados brasileiros e de 40 países. A Fenearte é de grande importância para os artesãos, pois é durante os da Feira que eles têm a oportunidade de mostrar seu trabalho a um grande número de pessoas e de movimentar financeiramente sua arte.

 

 

Centro de Artesanato de Pernambuco no Recife – Localizado ao lado do Marco Zero, no antigo armazém 11, no Bairro do Recife, o Centro de Artesanato proporciona um espaço de 2.511m² onde funciona uma loja, um espaço gastronômico, assim como uma galeria para exposição, auditório e o setor administrativo da unidade. Com foco na arte popular e no artesanato tradicional, já foram comercializadas 106 mil  peças artesanais de todas as regiões de Pernambuco.

 

 

Centro de Artesanato de Pernambuco em Bezerros – O Centro de Bezerros é um importante ponto cultural para os turistas e moradores da região. Localizado às margens da BR-232, ele conserva um museu da produção artesanal mais representativa do Estado e uma loja com peças de diversos municípios.

 

Unidade Móvel de Comercialização – Percorrendo vários municípios do interior Estado e do País, a Unidade Móvel funciona como uma loja itinerante. Com uma área expositiva de 60 m², expõe e comercializa peças artesanais de vários artesãos, participando de eventos culturais e feiras nacionais.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>