Nossos Mestres

MAZINHO

Img 0722.profile

Mazinho

Madeira
Petrolina


Sob forte influência do pai, Josimar Santana da Silva, o Mestre Mazinho, como é conhecido, nasceu no ano de 1973, no Município de Lagoa Grande. Ainda pequeno, ele começou a juntar os restos de madeira que seu pai utilizava para confeccionar móveis rústicos. Nas mãos do dele, os resíduos ganharam vida e fizeram com que Mazinho se destacasse como um mestre artesão pernambucano.  

“Com os restos de madeira eu tentava fazer alguma coisa diferente pra eu e minhas irmãs brincarmos”. Com criatividade de sobra, não demorou muito tempo para que Mazinho começasse a fazer suas próprias peças, todas elas em madeira umburana, mas sempre de maneira ecologicamente correta.

Mazinho tem facilidade para se inspirar em algo. Como ele mesmo diz, sua mente não para. “Posso estar viajando, posso estar em casa. A cada momento surge uma coisa diferente na minha cabeça. Muitas vezes, claro, através de alguma coisa que eu estou vendo, como até um galho de árvore, por exemplo”.

O mestre segue duas linhas em seu trabalho. Na arte sacra, ele exalta a beleza do Divino Espírito Santo e de outras importantes figuras. Já na arte popular, ele gosta de esculpir as brincadeiras da sua infância com as peças de ciranda e brincadeiras de roda.

O maior orgulho de Mazinho é poder dividir com outras pessoas o seu ofício. “Mestre é aquele que passa para os outros o seu conhecimento, e eu faço isso de coração aberto”.

Mazinho integra a Alameda dos Mestres da Fenearte desde o ano de 2013.

CONTATO

Rua 67, 7, João de Deus – Petrolina

(87) 98121.7175 l mazinhosantana73@hotmail.com


Texto: Yasmim Dicastro l Fotos e vídeo: César de Almeida




MÍDIA



Veja também:

- Acesse ao site do governo www.pe.gov.br
- www.fenearte.pe.gov.br